Carregando conteúdos...Depende da sua ligação!

PROGRAMAÇÃO

19-10-2019

CURTAS ESCRITAS

CLOSE-UP – OBSERVATÓRIO DE CINEMA DE VILA NOVA DE FAMALICÃO | EPISÓDIO 4.0

Cinema

19 de outubro, sábado, 18:30
Pequeno Auditório

Entrada: 2 euros
Cartão quadrilátero: 1 euro
Entrada livre: Estudantes, Seniores, Associados de Cineclubes
M/ 12 anos
Duração: 95 minutos

CURTAS ESCRITAS | Projeção das curtas-metragens escritas por Eduardo Brito
comentado por Eduardo Brito e pelos realizadores

O Facínora

Duas são as formas de ver O Facínora: uma, como a história de um frade justiceiro, zelador da ordem e paladino do bem, que, por não ser correspondido pelos amores de uma mulher comprometida, se torna num vilão aterrorizador de uma pacata cidade. Outra, como o filme perdido de Conrad Wilhelm Meyersick, um engenheiro e cineasta amador alemão que, em 1920, esteve em Guimarães, uma pequena cidade do norte de Portugal, para instalar três máquinas de tecelagem e que durante a sua estadia, filmou esta história.

Realização: Paulo Abreu
Duração: 25 minutos
Classificação Etária: M/ 12 anos
Ano: 2012

A Glória de Fazer Cinema em Portugal

A 18 de Setembro de 1929, José Régio escreveu uma carta a Alberto Serpa onde manifestou a vontade de fundar uma produtora para começar a fazer cinema. Para isso, pediu-lhe que contactasse um amigo seu, que teria uma câmara de filmar. Durante quase noventa anos, nada se soube sobre o desfecho deste pedido: nunca se encontrou qualquer resposta de Serpa à carta e Régio não terá voltado a mencionar o assunto. Porém, a descoberta de velhas bobines no espólio de um colecionador, parece conter o desfecho desta história.

Realização: Manuel Mozos
Duração: 15 minutos
Classificação Etária: M/ 12 anos
Ano: 2015

O Homem Eterno

Bernardino Fernandes emigrou para o Canadá em 63. Ao longo de duas décadas, filmou centenas de bobines Super 8, organizando-as de forma metódica e obsessiva. O Homem eterno termina um processo antigo, transformando a vontade de cinema de Bernardino num filme sobre as imagens da sua memória.

Realização: Luís Costa
Duração: 15 minutos
Classificação Etária: M/ 12 anos
Ano: 2017

Laboratório

As ruínas de uma fábrica abandonada e os artefactos esquecidos, deixados para trás, surgem em O Laboratório como um registo visível da passagem do tempo e de uma degradação fatalista, em que o vazio é sinal evidente da transformação de uma utopia em distopia.

Realização: Fernando José Pereira
Duração: 40 minutos
Classificação Etária: M/ 12 anos
Ano: 2018


CLOSE-UP - Observatório de Cinema: o Tempo

4.º episódio, de 12 a 19 de outubro na Casa das Artes de Famalicão

Em vários espaços da Casa das Artes, o quarto episódio do Close-up – Observatório de Cinema, apresentará cerca de 40 sessões de cinema contemporâneo cruzadas com a história do Cinema, incluindo um passeio pelo Cinema Francês com dois protagonistas – Agnès Varda e Jean-Luc Godard, sob o mote do Tempo (o que passa e o tempo do Cinema), incluindo filmes-concerto em estreia pela Orquestra de Jazz de Matosinhos e pelos Mão Morta, filmes comentados por realizadores, jornalistas e académicos, sessões especiais e ante estreias, e um panorama em volta da obra de Eduardo Brito. Haverá também espaço para conversas, música e poesia no café-concerto e no foyer, e sessões para famílias e para escolas, com filmes, oficinas e uma masterclasse de Pedro Serrazina.







»

handmade by brainhouse